terça-feira, 15 de agosto de 2017

XV BUSCA PRIMEIRA VITÓRIA NA SEGUNDA FASE DA COPA INTEGRAÇÃO.

Nhô Quim precisa do triunfo neste domingo (20) para seguir rumo à classificação para terceira fase da Copa Integração/Reduzino Climatizadores/LIDI/AIFA.

O XV busca, neste domingo (20), às 13:30, sua primeira vitória na Copa Integração/Reduzino Climatizadores/LIDI/AIFA diante do Pimenta, no campo do Belo Horizonte. Com o ponto conquistado na partida contra o Mastiga Samba, o time sob o comando do técnico Bruno Ricardo Pinto considerado um dos melhores técnicos na ataualidade na região, busca a primeira vitoria e conseqüentemente assumir pelo menos a vice-liderança do grupo que tem o União Agrícola Cardeal na ponta com quatro pontos, Mastiga e Pimenta vem em segundo com dois pontos porem em dois jogos enquanto que o Benfica esta na lanterna sem nenhum ponto.

Técnico Bruno Ricardo Pinto, considerado um dos melhores técnicos da atualidade no futebol não profissional de Indaiatuba e região.

O Pimenta que somou apenas dois pontos em seis possíveis terá que buscar a vitoria diante do alvinegro, um novo tropeço, ficará em situação complicadíssima dentro do grupo tendo que depender de outros resultados para seguir para próxima fase da Copa Integração.

XV aposta na união para superar as dificuldades

“Com certeza o Pimenta virá pra cima do XV, pois só a vitoria lhe interessa, com isso deve deixar espaços na sua retaguarda e será justamente por ali que tentaremos surpreende-los” comenta o técnico Bruno que elogiou a atuação da equipe na estréia da segunda fase diante do Mastiga Samba, “Fizemos uma excelente partida taticamente contra o Mastiga, o grupo sabe da importância deste jogo para a seqüência da competição”.

Pimenta precisa da vitoria para manter as chances de classificação
Para esta partida, Bruno não poderá contar com a versatilidade do meio de campo Marquinhos expulso na partida diante do Mastiga Samba, Walter e Dodi, jogadores com as mesmas características são candidatos para vaga, mas Bruno tem mais desfalques, Thiaguinho e Renan também estão fora do confronto contra o Pimenta pelo terceiro cartão amarelo, para essas duas vagas, Bruno tem a semana toda para pensar nas melhores opções para compor a equipe que iniciará o confronto decisivo de domingo.

Em virtude do Primavera definir a sua classificação contra o Taquaritinga no domingo (20) as 10:00, a LIDI em conjunto com a Secretaria Municipal de Esportes e Lazer alterou os jogos das 11:00 para as 15:30, para que todos possam ir ao Estádio Ítalo Mario Limongi para dar o apoio ao Fantasma da Ituana.

segunda-feira, 14 de agosto de 2017

COM TRÊS DE LUIZ HENRIQUE, FANÁTICOS FAZ 4 A 2 NO VENEZA E SOBE NA CLASSIFICAÇÃO NO VALINHENSE.

O atacante Luiz Henrique roubou a cena na manhã deste domingo (13) Dia dos Pais, no Estádio Eugênio Franceschini, e foi o grande responsável por fazer o Fanáticos subir na tábua de classificação tomando do Grêmio Vila Unida a sexta posição, agora com 18 pontos, o mesmo do Vale Verde que fica com a quinta posição no critério de desempate por ter uma vitoria a mais.

Luiz Henrique comandou vitória do Fanáticos sobre o Veneza, por 4 a 2, no Bom Retiro.
Logo que deu o pontapé inicial, o Fanáticos tentou seu primeiro ataque com Luiz Henrique que arrisca de fora da área com chute cruzado obrigando o goleiro Alex Sandro espalma para linha de fundo.

O Veneza também iniciou buscando o ataque, Baiano, armava bem as jogadas ofensivas, em uma delas deixou o seu companheiro em ótima posição, o arremate final saiu pela linha de fundo.

Veneza mesmo com a derrota esta na próxima fase do Valinhense 2017
As emoções mais fortes ficaram para depois dos 20 minutos, o Fanáticos sai rápido para o ataque à defesa faz linha burra equivocadamente pedindo impedimento que não houve, Jaymes lança Estevam no costado da zaga que ficou parada, chega à linha de fundo e cruza para Luiz Henrique iniciar o seu show particular, Fanáticos 1x0.

Aos 25 minutos, Baiano inicia a jogada pelo franco direito a bola de Quiqui bate no travessão a defesa vacila e Baiano livre de marcação estufa a rede, tudo igual no Bom Retiro, 1x1.

O repórter Marquinhos, Radio Valinhos FM  105,9, entrevistando Miguel do Fanáticos e Cristiano do Veneza.
Aos 31 minutos, Fanáticos trabalha bem a jogada pelo franco direito, André recebe a bola passa pelo primeiro marcador e já dentro da grande área é derrubado, pênalti sem discussão, Luiz Henrique cobra e faz o seu segundo gol na partida, Fanáticos novamente a frente do marcador, 2x1.

No segundo tempo o técnico do Veneza, Carlos Souza, coloca Cristiano no lugar de Fernando Stela, na tentativa de dar mais equilíbrio entre os setores da equipe porem o atacante Luiz Henrique estava com fome de gols e aos 7 minutos amplia a vantagem do Fanáticos fazendo o seu terceiro gol ganhando assim o direito de pedir a musica.

Denílson Vieira Pinho, Antonio Luis da Costa e Luciana França.
Após o terceiro gol o técnico Fernando Silva faz varias substituições com isso a equipe sente as modificações cai um pouco de produção, o Veneza também promove alterações, com isso o jogo caiu um pouco, aos 20 minutos, com o forte calor e a baixa úmida do ar o árbitro Antonio Luiz da Costa permite a parada técnica para hidratação dos atletas bem como da própria equipe de arbitragem.

Após a parada técnica o jogo volta a ser ofensivo com ambas as equipe indo ao ataque, mas a manhã é mesmo do Fanáticos, em outra penalidade chega ao seu quarto gol, desta vez com Diogo, na ausência do matador Luiz Henrique que já tinha sido substituído cobrou com categoria dando números finais ao jogo, Fanáticos 4x1.

A partida teve a arbitragem do árbitro Antonio Luis Costa da cidade de Holambra que este ano apitou a final da Copa Metropolitana entre Fumaça (Sumaré) e Parque Brasília, sendo assistido pela árbitra assistente Luciana França e do árbitro assistente Denílson Vieira Pinho. 

ARBITRAGEM NO VALINHENSE 2017

Denílson Vieira Pinho, Antonio Luis Costa e Luciana França

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

COMISSÃO TÉCNICA NOTA 10. CAMPEÃ DA LIGA PIRATA 2017.


A comissão técnica do Balalaika composta por, Netinho, Leo e Bambam, sem duvida teve uma grande participação na conquista da Liga Pirata 2017, trabalho serio e organizado, respeito para com o adversário e organizadores, mostraram ao logo da competição que um time vencedor de inicia de fora pra dentro da quatro linhas.

BALALAIKA É CAMPEÃO DA LIGA PIRATA 2017.

Não faltou emoção na final da Liga Pirata de Futebol Society 2017. Balalaika e Ressaca fizeram um jogo disputadíssimo do início ao fim. Assim como aconteceu no primeiro, o titulo acabou sendo decidido nas cobranças de pênaltis.

Balalaika campeão da Liga Pirata 2017.
O jogo poderia ter sido definido no tempo normal. Em uma noite agradável e com ótimo publico, Balalaika e Ressaca mostraram porque são no momento considerados os dois melhores times de fut7 de Campinas, fizeram uma partida digna das grandes finais memoráveis que certamente irá ficar na memória de todos que estiveram presentes, lotando as dependências do Paradiso Futebol Society.



Em noite inspirada, o camisa 19, do Ressaca, Robinho, marcou dois gols e ajudou sua equipe, com varias assistências que originaram em ótimas oportunidades e outras em gols. Léo Aro, considerado o melhor jogador de fut7 de Campinas e região sofreu marcação especial não teve muito espaço para fazer a diferença que normalmente faz, porem ao marcar o seu gol se tornou ao lado de Wil do River Plate artilheiros da Liga Pirata com 21 gols.

Léo Aro artilheiro da Liga Pirata ao lado do Wil do River Plate com 21 gols.
O Balalaika não se intimidou com ritmo forte e ofensivo do Ressaca. Tomava o gol e logo empatava. Passou a frente do marcador e próximo ao final do primeiro tempo sofreu o empate (3-3) assim de igual para igual travava uma disputa limpa e leal com o Ressaca. Murilo Mumu e Akaoan regiam a equipe, criavam às principais jogadas do Balalaika, Akaoan  alem da sua versatilidade na criação, marcava e foi ator de dois gols, Murilo Mumu, outro que se destacou, defendeu e buscou o ataque, desarmou, fez falta, sofreu falta, um guerreiro entre outros que fizeram um espetáculo futebolístico mostrando o porquê o confronto entre as duas equipes foi considerada o jogo do ano.

Goleiro Muralha do Balalaika, eleito melhor goleiro da Liga Pirata 2017.

No segundo tempo as equipes voltaram determinadas para conseguir seus objetivos, o Balalaika na manutenção do empate para se sagrar campeão invicto enquanto o Ressaca corria atrás de uma vitoria com dois gols de diferença para ficar com o bi-campeonato.

Capitão Marcão do Ressaca recebe das mãos do Diretor Executivo, Valter Ferreira Mariano da Liga Pirata o troféu de vice-campeão.

 Logo aos 8 minutos, o craque Léo Aro, faz o seu, colocando o Ressaca novamente a frente do marcador, com o gol Léo Aro se iguala ao Wil do River Plate na artilharia da Liga Pirata com 21 gols.



O jogo segue com a epinefrina dos jogadores lá em cima, Diogo se livra da forte marcação e chuta cruzado, o chute sai meio sem força, mas a bola bate na trave e a defesa espanta o perigo. Logo em seguida é a vez de Léo Aro tabelar com Robinho, Léo Aro recebe e consegue fazer o giro em cima do seu marcador o chuta na saída do goleiro Muralha, a bola tira casquinha do travessão e sai para linha de fundo, alivio para a torcida Balalokos.

Paradiso Futebol Society lotado para acompanhar a grande decisão da Liga Pirata 2017.

A partida se caminha para os seus minutos finais, o Ressaca ainda precisava de mais gol para ficar com o titulo e evitar as penalidades, Balalaika corria atrás de um gol que lhe daria o empate e conseqüentemente o titulo, após a confusão envolvendo Moguinha (Ressaca) e Lucaxa (Balalaika) onde ambos foram expulsos, Leozão faltando apenas um minuto para o termino, empata o jogo, festa, em azul e vermelho nas arquibancadas do Paradiso Futebol Society. Contudo alguns segundos pro final, o Balalaika comete a sexta falta, shoot out, na cobrança, Marcão não desperdiça e recoloca o Ressaca na briga pelo titulo, fim de jogo, decisão vai para os tiros penais.

Jogadores posicionados para acompanhar o Hino Nacional Brasileiro
Na decisão por pênaltis, brilhou a estrela do goleiro Muralha. Leozão com categoria converte o primeiro para o Balalaika, na seqüência Netto cobra para o Ressaca e desperdiça. Diogo também com categoria amplia a vantagem do Balalalaika (2-0), Marcão, tem aos seus pés a missão de manter vivo o sonho do bicampeonato, concentrado na marca penal corre e chuta forte, Muralha salta e espalma a bola, Balalaika campeão!!! Festa e choro de alegrias dos jogadores, festa dos Balalokos que invade a quadra para comemorar a conquista da Liga Pirata 2017.

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

LÍDER DO VALINHENSE, PARQUE PORTUGAL CEDE EMPATE NO FINAL DO JOGO PARA GRÊMIO VILA UNIDA.

O Parque Portugal empatou neste domingo (1-1) no Estádio Eugênio Franceschini com o Grêmio Vila Unida pelo Valinhense da primeira divisão.

Parque Portugal segue invicto no Valinhense

Depois de Jarlys colocar o Parque Portugal em vantagem aos 28 minutos do primeiro tempo, tudo parecia encaminhar-se para ser a décima vitoria do líder do Valinhense, mas, aos 38 minutos do segundo tempo, Caveira, que tinha entrou na partida há 3 minutos, deixou tudo igual no campo do Bom Retiro.

Emilio e o iluminado Caveira ator do gol que tirou o 100% do líder Parque Portugal.
O resultado deixa o Parque Portugal com 28 pontos, oito a mais que vice-líder Jurema, enquanto que o Grêmio Vila Unida segue na sexta posição com 17 pontos. Palmeirinha, São Marcos, Bem Bolado e ADUSMA já estão todos rebaixados para Segunda Divisão.


Fonte e Fotos: Digãonews

terça-feira, 8 de agosto de 2017

ÁRBITROS QUE IRÃO ATUAR NO VALINHENSE ADULTO DE FUTSAL FIZERAM O CURSO DE QUALIFICAÇÃO DE ÁRBITROS MINISTRADO PELA FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTSAL.


Instrutor da Federação Paulista de Futsal, Sergio Ricardo Camanho, juntamente com os árbitros Luis Fernando Prado, Thiago Gomes Valota Cordeiro, Denilson Vieira Pinho, Charles Paulo da Silva e Edna Passos, participaram nos meses de julho a agosto do Curso de Qualificação de Árbitros de Futsal realizado na cidade de Hortolândia/SP.

ARBITRAGEM NO VALINHENSE 2017.

Sr. Elias, (capitão do Biquinha), Julivam Moraes de Oliveira, (capitão Lyon) e Clovis Bona.

ARBITRAGEM NO CAMPEONATO REGIONAL DE VETERANOS DA CIDADE DE EXTREMA/MG.

Clóvis Bona, Julivan Moraes de Oliveira e Paulo Sergio Pereira da Silva.

ARBITRAGEM NA COPA INTEGRAÇÃO/REDUZINO CLIMATIZADORES/LIDI/AIFA.

Valter Ferreira Mariano, Eliana Santos, Marcos Antonio Melo, Luciana e Jilmar Pinheiro Lisboa. Foto Cida Santos


INDEPENDENTE VENCE DE VIRADA COM GOL OLÍMPICO NO ULTIMO MINUTO O LBC PELA COPA INTEGRAÇÃO.

Em um jogo pegado e um tanto truncado, com expulsões, o Independente levou a melhor ao bateu o LBC por 2 a 1, de virada e com gol olímpico no ultimo minuto neste domingo (06) no campo da Ponte Preta pela segunda rodada da segunda fase da Copa Integração/Reduzino Climatizadores/LIDI/AIFA.

O Independente começou tentando exercer uma pressão. No entanto, esbarrou no sistema defensivo do LBC, que deu pouco espaço para dragão da zona sul criar. Assim, as tentativas pouco incomodou o goleiro LBCista. Contudo o LBC tinha a seu favor o espaço para os contra ataques principalmente no costado do lateral direito Renan e foi justamente ali que a equipe abriu o marcador, Renato puxa o contra ataque, Ronan recebe pelo lado esquerdo e chutou cruzado na saída do goleiro, LBC 1x0.

Independente vence no ultimo minuto com gol olímpico. Foto arquivo.
Veio segundo tempo, mesmo com as alterações do técnico Sandro, o Independente não conseguiu encontrar o caminho para o gol, já o LBC continuava utilizando os contra ataques, aos 21 minutos, Ronan novamente se aproveitando da falha da zaga ficou de frente pro gol, mas chutou a bola por cima do travessão perdendo uma oportunidade de ouro para ampliar o placar.

Como estava com dificuldades para criar, o Independente passou a apostar na bola parada. E foi assim que o time conseguiu empatar a partida aos 35 minutos, Welber cobra a falta na entrada da área colocando a bola no canto esquerdo do goleiro, tudo igual, 1x1.

Jogo de muita marcação e truncado, o LBC deixa escapar três pontos  – Foto arquivo.
Logo após o gol de empate, numa jogada pelo lado esquerdo do ataque o jogador do LBC é derrubado, Renan recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso, na confusão gerada pela expulsão sobrou para Da Cruz que também foi expulso, com dois jogadores a menos, o técnico Sandro, posiciona sua equipe para marcar na sua intermediária, a estratégia da certo o LBC tem posse de bola, mas não consegue passar desta faixa de campo, e, nos erros o Independente leva perigo e teve duas oportunidades para virar o placar, em uma delas já nos acréscimo o goleiro espalma a bola pra escanteio, na cobrança, Douglas bateu direto para o gol e surpreendeu o goleiro, que falhou no lance ao socar a bola pro fundo da própria meta. 2 a 1, Independente.

Fim de jogo em Itaicí, mesmo não jogando um futebol de primeira, o Independente consegue se superar e vencer uma partida que se apresentava perdida, o dragão da zona sul chega a sua segunda vitoria e encaminha bem sua classificação a próxima fase, já o LBC devido às circunstâncias da partida, fez uma péssima estréia e se vê numa posição ruim na busca das duas vagas para a fase seguinte da Copa Integração.

XV EMPATA COM O MASTIGA SAMBA NA SUA ESTRÉIA NA SEGUNDA FASE DA COPA INTEGRAÇÃO/REDUZINO CLIMATIZADORES/LIDI/AIFA.

A segunda fase da Copa Integração/Reduzino Climatizadores/LIDI/AIFA começou para Nhô Quim neste domingo (06), XV e Mastiga Samba se enfrentaram no campo da Ponte Preta em Itaici e ficaram no empate em 1 a 1. Lila anotou o tento do alvinegro, enquanto que Aldinho fez para o Mastiga.

Determinado a não perder pontos em sua estréia na segunda fase da Copa Integração o XV começou a partida ligado e não dando espaço para o adversário, Bruno, considerado um dos melhores técnicos da competição definiu sua estratégica de jogo na marcação, nas roubadas de bolas e na saída rápidas utilizando a velocidade dos atacantes Renan e Lila.




O Mastiga Samba com sua legião de jogadores “estrangeiros (Campinas)” não conseguiu desvincular da marcação exercida feita pelos jogadores alvinegros, tendo dificuldades para armar suas jogadas, Aldinho e Nickson passaram boa parte do primeiro tempo isolados no ataque, as poucas jogadas que foram criadas por eles foram facilmente desfeitas pela defesa.



Aos 25 minutos o Mastiga Samba, errou na reposição do tiro de meta, Thiaguinho atento rouba a bola faz linda assistência para Renan que vai até linha de fundo e cruza com precisão para o matador Lila estufar o barbante, festa da torcida alvinegra em Itaici. XV 1x0.



Depois de um primeiro tempo muito abaixo das expectativas, o Mastiga Samba começou melhor a segunda etapa, avançou sua marcação e passou a ter mais posse de bola, com isso às oportunidades de gol foram surgindo, aos 12 minutos, o atacante Aldinho teve tudo para empatar o jogo livre de marcação chutou forte na saída do goleiro Willian, entretanto a bola passou por cima do travessão indo para linha de fundo. Sete minutos depois foi à vez do XV ter a oportunidade para ampliar, Renan na velocidade ganha do zagueiro Gaspar e na saída do goleiro chuta forte a bola também passa por cima do travessão.



Disposto a não sair derrotado de Itaici, o Mastiga segue em busca do gol, aos 32 minutos consegue o empate, depois do bate-rebate na defesa alvinegra a bola sobra para Aldinho que de fora da área acerta um pombo sem asa no ângulo esquerdo superior do goleiro Willian que consegue tocar com as pontas dos dedos na bola, mas não o suficiente para estragar a obra prima, golaço, 1x1.




Após o sofrer o gol de empate o XV tem um jogador expulso, Mastiga Samba tenta se aproveitar da situação avançando seus jogadores de meio de campo, contudo a estratégia ofensiva logo se finda com a expulsão do atacante Lucas que tinha entrada á dez minutos. Com a igualdade numérica de jogadores restabelecida em campo, as equipes não mais se arriscaram ao ataque e o jogo terminou empata em 1x1, um ponto para cada time, ruim para o Mastiga que soma dois pontos em seis disputados e menos ruim pro Nhô Quim que fez sua estréia e não perdeu para um adversário considerado favorito para ficar com uma das duas vagas do grupo à terceira fase da Copa Integração. 

Fotos: Cida Santos

quinta-feira, 3 de agosto de 2017

COM FUTEBOL COM TRANQÜILIDADE, JARDIM BRASIL VENCE OPERÁRIO E FAZ FESTA NO XV.

Com gols Lerê, Dodô, Bill, Mimi e Thiaguinho Fera, Jardim Brasil passa por cima do Operário e estabelecendo uma rota rumo à fase de oitavas de final da Copa Integração/Reduzino Climatizadores/LIDI/AIFA.

Jardim Brasil uma equipe organizada dentro e fora de campo.
Jardim Brasil e Operário jogaram, neste domingo (30), no XV, pela primeira rodada da segunda fase da Copa Integração, com objetivos em comum, estrear bem, mas isso só poderia ser para uma das equipes, JB, apresentou um futebol de alto nível técnico acoplado a um esquema tático de coletividade onde todos jogam por todos, essa rotatividade de marcar e sair rápido pro ataque deu um baile no sistema defensivo do Operário que não se encontrou dentro de campo, viu seu adversário aplicar uma goleada, 5x1, com resultado o Jardim Brasil assumi a liderança do Grupo C com três pontos, dois a mais em relação à Ponte Preta e Paulistinha que empataram sem abertura de contagem na preliminar.

Dodô emita “Zagalo” na comemoração do seu gol para o Jardim Brasil.
Jardim Brasil e Operário voltam a jogar pela Copa Integração/Reduzino Climatizadores/LIDI/AIFA, em datas diferentes, o Jardim Brasil folga na próxima rodada e só entra em campo no dia 20/08 quando enfrenta o Paulistinha as 13:30 no Estádio da Osan, já o Operário vai tentar sua reabilitação diante do mesmo Paulistinha, neste próximo domingo dia 06/08, no campo do Belo Horizonte, jogo este válido pela segunda rodada, ressaltamos que no dia 13/08, Dias dos Pais, não haverá rodada pela Copa Integração.

Fotos: Pamela Leite

VENEZA X UNIÃO, IMPERDÍVEL, DOMINGO NO BOM RETIRO.


PAULISTINHA CANDIDATO AO TITULO DA COPA INTEGRAÇÃO/REDUZINO CLIMATIZADORES/LIDI/AIFA

Paulistinha mostrou que é sim um sério candidato ao titulo da Copa Integração/Reduzino Climatizadores/LIDI/AIFA

SANTA CRUZ 3X0 ATLÉTICO OLIVEIRA – CAIU MAIS UM INVICTO!

No Clássico das Multidões, confronto das duas equipes que ostenta as duas maiores torcidas de Indaiatuba, neste domingo (30) na abertura da segunda fase da Copa Integração/Reduzino Climatizadores/LIDI/AIFA, o Santa Cruz derrubou a invencibilidade do até então 100% Atlético Oliveira pelo placar 3x0 jogando no Estádio da Osan.

Atlético (azul) não resiste ao bom futebol do Santa Cruz perde sua invencibilidade na Copa Integração/Reduzino Climatizadores/LIDI/AIFA.
O Tricolor foi superior ao adversário nos dois tempos. Com transição ofensiva, boa marcação e sem muita brecha para falhas individuais, deu um nó na gravata do Atlético Oliveira que não consegui colocar em campo o seu status de favorito ao titulo.



O temido Atlético Oliveiro dona da segunda melhor campanha entre os 20 clubes que se qualificaram para segunda fase da Copa Integração mostrou um futebol muito abaixo e irreconhecível durante os 90 minutos onde somente o Galo de espora afiada não deixou a oportunidade e largou bem na disputa pelas duas vagas para fase de oitavas de final.



Com dois gols de Lucas Cavalcante e um de Paulo Eduardo, o Santa Cruz fez que sua torcida fizesse uma linda festa nas arquibancadas da Osan, o resultado colocou a equipe na primeira posição do Grupo A com três pontos, o empate entre Cardeal e Elias Fausto também beneficiou o Galo, que abriu dois pontos em relação a essas duas equipes.

Oreste St’Brince (Haiti), Maicon (Capitão do Atlético Oliveira), Antonio da Costa (Holambra) Nilson (Capitão do Santa Cruz) e Bento Menezes (Hortolândia).
O clássico das multidões teve no apito o árbitro Antonio da Costa (Holambra) que conduziu muito bem a partida em conjunto com seus árbitros assistentes, Oreste St’Brince (Haiti) e Bento Menezes (Hortolândia), onde o bom trabalho foi reconhecido pelo Presidente da LIDI Dr. Rogério Pontara que este presente na Osan.

Na próxima rodada o Santa Cruz enfrenta no Estádio do XV o 3 Estrela, enquanto que o Atlético Oliveira buscará sua reabilitação diante do Cardeal no campo do União Agrícola Cardeal.

Foto: Cida Santos

PONTE PRETA PERDE PÊNALTI E FICA NO EMPATE SEM GOLS CONTRA O PAULISTINHA.

Em partida de alto nível técnico, Ponte Preta e Paulistinha empataram sem gols na manhã deste domingo (30), no Estádio do XV, pela 1ª rodada da segunda fase da Copa Integração/Reduzino Climatizadores/LIDI/AIFA. O resultado o foi considerado bom para ambas as equipes, a macaca teve um pênalti desperdiçado e jogou boa parte do segundo tempo com um jogador a menos por causa da expulsão do Willian, já o Paulistinha mesmo tendo maior volume de jogo que o adversário não conseguiu transforma as chances em gol, mas se contentou com o empate que segurou um adversário direto ao titulo.

Murilo bem marcado tem dificuldades para articulas as jogadas da Ponte Preta que fica no empate sem gols com o Paulistinha.
O jogo começou em alta e a todo vapor, com as duas equipes indo uma pra cima da outra, dando mostra que o clássico seria disputado minuto a minuto. A Ponte tentou impor pressão através de bolas levantadas na área, mas sem surtir muito efeito, o goleiro Marquinhos se valia da sua estrutura física para defender todas essas bolas. O Paulistinha usava muito bem a velocidade de seus atacantes com as jogadas pelos francos sempre se utilizando dos espaços deixados pelos laterais da macaca quando esses iam ao ataque.

Aos 44 minutos, a macaca trabalha bem a bola pelo lado direito, Murilo se livra da marcação e cruza a bola no costado da zaga, ao tentar roubar a bola, o jogador do Paulistinha comete pênalti, muito bem marcado pelo árbitro Roberson Queiroz e sem reclamações, na cobrança, Pedalada cobra no canto esquerdo, Marquinhos como um gato defende, no lance machuca o ombro e é substituído no intervalo da partida.
 
O goleiro Marquinhos (Paulistinha) defende pênalti  
Veio o segundo tempo e a Ponte Preta seguiu usando as bolas levantadas na área. Em um delas, quase abriu o placar após cabecear no contrapé do goleiro do Paulistinha e a bola passou raspando a trave. O Paulistinha também chegava sempre com perigo a meta da macaca, o goleiro Marcelo fez duas grandes defesas impedindo a abertura do placar do Estádio do XV.

Aos 18 minutos após uma disputa de bola no meio de campo, o meio atacante Willian acabou sendo expulso, com um jogador a mais, o catedrático e estrategista técnico Plínio da uma nova roupagem ao meio de campo avançando sua marcação na intermediaria adversária abafando a saída de bola, com isso sua equipe passou a criar ótimas oportunidades de gols.

O árbitro Roberson Queiroz teve ótima atuação dando dinâmica a partida.  
Todavia mesmo com as oportunidades criadas por ambas às equipes nenhuma delas pode reclamar das chances que tiveram para vencer. A macaca teve um pênalti a seu favor que o goleiro Marquinhos defendeu. O Paulistinha criou mais chances tendo o goleiro Marcelo como uma muralha. Os dois técnicos fizeram muitas substituições, mas o placar seguiu inalterado até o apito final.

A arbitragem do Sr. Roberson Queiroz foi muito boa, marcou com convicção o pênalti, expulsou corretamente o jogador da Ponte Preta e com agilidade deu dinâmica ao jogo não marcando qualquer falta aplicando os cartões amarelos para coibir as mais acirradas.

Na próxima rodada a Ponte Preta enfrenta o Operário enquanto o Paulistinha enfrenta a Família SPQV, os dois jogos serão no campo do Belo Horizonte.

Fotos Cida Santos

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

A.R. AMIGOS DO COLINA - VALINHENSE DA 3ª DIVISÃO 2017.


IMAGEM DO FIM DE SEMANA: O VOO SEM SUCESSO DO GOLEIRO. BARBARTE!


REUNIÃO DOS CLUBES DO VALINHENSE ADULTO DE FUTSAL COM OS DIRETORES DA JE&M SPORTS.

Valdemir A. Veche, Nelson Palmeira, João Eduardo de Moraes e Thiago Gomes Cordeiro
Nesta segunda feira (31) foi realizada a reunião entre os clubes que irão disputar o Campeonato Valinhense de Futsal da 1ª, 2ª e 3ª Divisão com os diretores da JE&M Sports para tratar de assuntos relacionados a competição.


Esteve presente Nelson Palmeira – Diretor do Departamento de Eventos Esportivos e Valdemir A. Veche – Diretor de Departamento de Esportes da Prefeitura de Valinhos, Valter Ferreira Mariano e João Eduardo de Moraes, diretores da JE&M Sports e o árbitro Thiago Gomes Cordeiro (FPFS) e os diretores dos clubes participantes.